O PASQUINEIRO

EB2429CV306056172O pasquineiro da roça, como Eulálio Motta se autodenominava, utilizou-se de panfletos para fazer propaganda política, criticar de forma mordaz os seus adversários políticos, ovacionar seus correligionários e se promover enquanto poeta.
Eulálio Motta desenvolveu a técnica de panfletagem nos tempos de militante da Ação Integralista Brasileira e posteriormente como chefe do Partido da Representação Popular em Mundo Novo. A sua pena poderia ser violenta ou complacente, dependendo de suas intenções. Não raras vezes, uma pessoa que foi ovacionada num momento, era violentamente atacada logo depois. Os panfletos de Eulálio Motta começaram a circular desde o início da década de 1930, mas somente foram conservados 57 textos publicados entre 1949 a 1988.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s